Jovem, que ficou rico consertando iPhones, pode ser desafio para Apple

Jovem, que ficou rico consertando iPhones
Jovem, que ficou rico consertando iPhones

Os executivos da Apple gastam um bom tempo pensando nas suas concorrentes, porém eles vão precisar incluir mais um nome na sua lista de preocupações: Justin Wetherill. O milionário, de 26 anos, é dono de uma indústria de conserto de telefones a um baixo custo, que permite aumentar a vida útil de iPhones, a UBreakiFix.

Segundo a Bloomberg BusinessWeek, Wetherill afirma que é muito melhor ter o celular reparado por US$ 100, do que comprar um novo. E parece que os consumidores concordam com ele, sendo que no último trimestre a Apple vendeu 31,2 milhões de smartphones – 17% menos do que o trimestre anterior.
Nesse cenário, restauradores como Wetherill representam um desafio para a Apple, que planeja lançar um novo aparelho na próxima terça-feira (10), pois permitem que os consumidores passem mais algum tempo com os seus velhos iPhones antes de sair comprando outro.
Atualizações Para o analista da Enders Analysis, Benedict Evans, os donos de smartphones cansaram de gastar dinheiro a cada dois anos. “Há menos diferenças entre um smartphone novo e um com um par de anos, então as pessoas sentem uma necessidade menor de atualização”, afirma.
Na tentativa de reverter essa situação, a Apple iniciou, no fim do mês passado, um programa de trocas de iPhones, aceitando aparelhos antigos em troca de crédito para a compra de um novo smartphone.

 

Fonte: http://br.financas.yahoo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *